Bebê e Brotoeja

Brotoejas – O que são e dicas para evitá-las

Ao menor sinal de mudanças na pele, a mãe deve se direcionar ao pediatra para avaliação médica, no entanto, se for somente um caso de brotoeja, garanta que poderá identificar este problema novamente e proceda com as sugestões médicas todas as vezes que o problema surgir.

A brotoeja apresenta uma coloração que pode ser mais clara ou mais escura do que a cor da pele, pode ser plana, irregular ou ainda escamosa alterando a textura da pele, estas erupções cutâneas são causadas pelo bloqueio dos poros e normalmente atingem maior número de crianças.

A brotoeja é principalmente causada pelo excesso de calor que a criança sente. Quando o tempo estiver muito quente, procure dar vários banhos no bebê para refrescá-lo, tirar o suor e evitar que as famosas brotoejas surjam. Aliás, também confira nossas dicas sobre como vestir a criança no verão e deixar ela sempre fresquinha.

Bebê e Brotoeja

Como Prevenir as Brotoejas?

Devido a origem das brotoejas ser pelo excesso de calor, os pais devem garantir que a criança se refresque várias vezes durante o dia, mesmo que sejam banhos no chuveiro sem o uso do sabão, como se fosse uma diversão de quintal com mangueira. Deixe a criança usar a roupa de banho e passar alguns minutos debaixo do chuveiro.

A piscina, o banho de mangueira ou ainda o banho de bacia são válidos para a criança se refrescar, e após esta diversão, garanta que a criança use roupas de tecido leves, ou ainda que fiquem com pouca roupa, permitindo a transpiração adequada.

A ingestão de líquidos, como sucos, água ou ainda alguns sorvetes e picolés, podem aliviar o calor, e manter a criança na sombra, também alivia o calor excessivo, contribuindo para o frescor da criança e sua transpiração.

Aprenda fazer sapatinhos de bebê para economizar e até para vender para outras mamães.

Caso a brotoeja venha acompanhada de febre alta ou persista durante muito tempo, é ideal que o médico seja consultado, para garantir que não existem fatores mais graves que possam ocasionar neste quadro clínico, possibilitando a criança a ter um tratamento adequado com o uso de medicamentos que aliviem seus sintomas preocupantes e permitam que a criança possa se restabelecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *