Arquivo da categoria: Dieta e Saúde

importância do acido fólico

Ácido Fólico Gravidez – Importância do Ácido Fólico na Dieta da Grávida

Compartilha:

Para garantir uma gravidez saudável bem como a saúde da criança, a futura mamãe precisa se programar para se alimentar corretamente. Os habitos alimentares precisam de algumas modificações, alguns alimentos precisam ser priorizados e alguns completamente excluídos do cardápio.

Durante a gravidez o ácido fólico deve ser incluído na alimentação da grávida, pois ele é essencial para a formação do bebê. Confira abaixo mais informações sobre o folato, quais alimentos o contém e como organizar a sua dieta na gravidez. Aliás, se você tem dúvidas sobre a alimentação, não deixe de conferir as principais dúvidas sobre a alimentação durante a gravidez.

importância do acido fólico

O que é o Ácido Fólico?

O ácido fólico, também chamada de vitamina B9, é uma das vitaminas super importantes nas primeiras semanas de gestação.

Importância do Ácido Fólico para o Bebê

O ácido fólico participa da formação do sistema nervoso do feto, bem como na formação dos glóbulos vermelhos.

Quando a mãe não ingere ácido fólico suficiente, o feto pode apresentar problemas no tubo neural, prejudicando o seu desenvolvimento adequado. O tubo neural se desenvolve nas quatro primeiras semanas da gestação e é responsável pela formação de grande parte do sistema nervoso do bebê, como a espinha bífida e o cérebro.

Ainda para o bebê, o ácido fólico também ajuda a prevenir doenças do coração e trato urinário. Além de ser responsável por prevenir a fissura do lábio-palatina (lábio leporino).

O grande problema é o ácido fólico é essencial nas primeiras 4 semanas de vida do feto – onde muitas vezes a mãe ainda nem sabe que está grávida. Por esse motivo, se você está pensando em engravidar, considere consultar um médico para verificar se sua alimentação está correta.

Em adultos e crianças, o ácido fólico é essencial na produção de glóbulos vermelhos. Por esse motivo, quando a ingestão desse ácido é insuficiente, ocorre a anemia falsiforme – cujos sintomas são muito semelhantes a anemia comum.

Quais Alimentos Contém ácido Fólico?

Os alimentos mais ricos em ácido fólico são:

  • Vegetais de folhas verde-escuras (como o espinafre e a couve);
  • Gema de ovo;
  • Vegetais crucíferos (aspargo, brócolis, couve-flor, couve de bruxelas, por exemplo);
  • Fígado e outras carnes vermelhas;
  • Miúdos de aves;
  • Legumes;
  • Frutas;
  • Queijos pasteurizados;
  • Cacau.

Suplementos de Ácido Fólico: Preciso Tomar?

Dependendo do tipo de alimentação da grávida, muitas vezes o consumo de ácido fólico não é suficiente para suprir as necessidades da mamãe e do bebê à caminho. Nesses casos, a suplementação com ácido fólico pode ser necessária. Nos EUA, normalmente os gineocologistas indicam a suplementação de ácido fólico para as mulheres em idade fértil, mesmo que as mesmas não estejam planejando ter um filho. Essa é uma medida preventiva.

Vale lembrar que a ingestão diária recomendada do ácido fólico é de cerca de 400 mcg ao dia (durante os primeiros meses da gravidez). É possível encontrar suplementos com doses que variam de 1mg a 5mg de ácido fólico – que garantem, com cobra, a ingestão do folato.

Mas lembre-se: a ingestão de suplementos de folato deve ser recomendada pelo seu médico. 😉

Compartilha:

Dicas de Alimentação para Viagens – coma bem mesmo fora de casa

Compartilha:

Manter a alimentação saudável deve ser um hábito, mesmo antes e depois da gravidez.
É fácil controlar o que comemos em casa, mas como manter a alimentação correta se você for viajar?

Dicas de Alimentação para Viagens

Por mais tentador que seja comer coisas diferentes durante as viagens, ganhar peso extra durante a gravidez não é uma boa opção, ainda mais porque durante as viagens, deixamos de fazer os exercícios para gestantes que estamos acostumadas, mudando nossa rotina totalmente. Veja a seguir algumas dicas valiosas sobre a alimentação para a futura mamãe que está doida para sair de casa e viajar um pouquinho.

O que a grávida pode beber durante as viagens?

Para beber, água! Nada de refrigerantes ou sucos industrializados. Prefira água de côco ou sucos naturais de frutas sem açúcar.

Apesar de parecer repetitivo, nunca é de mais lembrar que grávidas não devem beber bebidas alcoólicas. Elas causam desidratação e pode ser perigoso. Só beba se tiver a liberação do seu médico e não abuse. Alguns até liberam aquele copo de vinho todo dia e um copo de cerveja no final de semana.

Que tipo de comida é melhor para as grávidas durante viagens?

Frutas e saladas são ótimos pois tem vitaminas e minerais e poucas calorias. As frutas são opções de lanche práticas para viagem, pois podem ser levadas numa malinha térmica e são fáceis de comer.

Em restaurantes, se desconfiar da qualidade da salada no buffet, prefira alimentos que precisam ser previamente cozidos, como milho, grão de bico, beterraba.

Se tiver frutas, prefira as que tem casca, e aí você usa uma faca limpa para descascar. Em todas as refeições, procure alimentos que tem fibras, assim você não vai sofrer no banheiro com prisão de ventre.

Onde comer durante as viagens e passeios?

Em viagens, muitas vezes temos que comer em lugares diferentes e sem referência se é bom ou não, então se tiver que escolher, prefira os locais que fazem o prato na hora, ao invés do buffet. Se for comer comida de rua, sanduíches, salgadinhos e essas coisas deliciosas, veja se não tem um supermercado por perto e prefira uma opção industrializada.

Quando nos hospedamos em hotéis ou pousadas nas viagens, o café da manhã costuma estar incluso. Normalmente é uma boa opção para ter acesso à alimentos nutritivos e fresquinhos. Aproveite para tomar iogurte e sucos. E pergunte sobre a política do local e veja se você pode levar uma fruta, como uma maçã para comer no seu passeio.

Se você está indo com seu marido ou amigos para um restaurante típico da região e este prato for gorduroso ou pesado de mais, pense em evitá-lo. Deixa pra próxima, melhor não arriscar, ainda mais longe de casa. Todo cardápio apresenta algumas saladas, e você também pode pedir um frango grelhado ou algo fora do cardápio, dificilmente vão recusar.

Comendo bem em viagens internacionais

Principalmente em viagens ao exterior (Estados Unidos para fazer compras de bebê), a facilidade e o preço dos fast foods são tentadores. Mas durante a gestação eles são alimentos que podem ser evitados. Pizza, hambúrguer, batatas-fritas, são gordurosos e contém boas quantidades de sódio.

Para uma refeição rápida no exterior, visite uma loja de conveniência, eles sempre tem sanduíches, porções de salada, saladas de frutas e outras opções mais saudáveis.

Você também pode fazer seus próprios lanches para viagens. Hoje existem bolsas térmicas muito estilosas e que cabem frutas, uma garrafa de água e uma barra de cereais.

Compartilha:

Dúvidas Clássicas sobre Alimentação para Grávidas – Aprenda a se alimentar corretamente

Compartilha:

Aprenda qual o tipo de alimentação correta para grávidas e mantenha seu peso correto durante a gestação.

alimentaçao para grávidas

Além das preocupações triviais, como decoração do quarto do bebê, que maternidade escolher, nomes de menino e de menina, não se deve esquecer da alimentação correta e da saúde durante a gravidez.

Quanto de peso posso ganhar na gravidez?

Para uma gravidez, o ideal é que você não esteja acima do seu peso, assim vai ter que tomar menos cuidado em relação ao ganho de peso, que deve ser entre 9 a 12kg durante a gravidez.

O médico ou um nutricionista pode fazer para você uma dieta com a quantidade correta de calorias e com todos os nutrientes necessários, essenciais para uma gravidez saudável e para o crescimento do feto sem complicações.

Você pode ter como parâmetro, um ganho de peso gradual de 1,5 a 2kg nos 3 primeiros meses e depois, de 250 a 400g de peso no decorrer da gestação. Claro que esses números podem variar e são só número base. O controle de peso será realizado durante as consultas ao médico que registrará seu peso a cada visita, recomendando o controle correto da sua alimentação e do seu peso.

Grávida pode fazer dieta na gravidez?

Caso você esteja fazendo uma dieta muito controlada, é importante que você comunique seu médico imediatamente após saber da gravidez, pois pode afetar diretamente no desenvolvimento do seu feto, indiferente do fato de você estar com sobrepeso ou obesa.

Se você toma comprimidos emagracedores, shakes ou qualquer outro composto para emagrecer, normalmente na embalagem está escrito se é recomendado ou não. A maioria não é recomendado, então tenha cuidado. O mesmo vale para suplementos para ganho de massa muscular. Qualquer dieta para grávida acima do peso deve ser acompanhada por um médico ou nutricionista, também acompanhada de exercícios físicos para aumentar o gasto calórico total diário.

>>>>>> Aprenda mais sobre a importância do ácido-fólico na sua alimentação <<<<<<

O que comer durante a gravidez para não passar mal?

Para evitar passar mal, muitos médicos recomendam realizar refeições com menos gorduras e alimentos mais secos, poucas gorduras e com fibras para evitar o intestino preso.

O ideal é que sejam feitas pequenas refeições, de três em três horas, mas tomando cuidado em escolher os alimentos, que devem ser pouco calóricos como biscoitos cream cracker, água e sal e frutas como maçã e banana que podem ser consumidos facilmente e são fáceis de se transportar.

No caso de você estar com enjôo dos alimentos e estiver vomitando, é importante que você beba muito líquido para evitar ficar desidratada. Você pode tomar água e também comer frutas que tem muita água como melancia, melão e sucos naturais sem açúcar.

Qual alimentos devo evitar durante a gravidez?

Evite café, bebidas a base de cafeína, energéticos, bebidas alcóolicas durante a gravidez. Também alimentos pesados, gordurosos e frituras, o útero aumentado provoca mais pressão no estômago e um dos sintomas que logo vão aparecer são os enjôos e a azia.

Um exame de sangue pode mostrar um baixo nível de ferro no sangue, que indica anemia, aí você pode se alimentar com feijão, carnes como fígado ou fazer a reposição com remédios indicados pelo seu médico.

Lógico que só comer bem não garante uma gestação saudável, é preciso aliar alimentação e exercício, que não podem ser esquecidos durante a gravidez.

Quer saber mais sobre o aumento de peso na gravidez? Veja nosso artigo.

aumento de peso gravidez

 

E se você já está acima do peso ou quer se manter em forma, não deixe de ler nosso artigo sobre Exercícios na Gravidez.

exercicios para gravidas

Tem alguma dúvida em relação à alimentação para grávidas? Mande pra gente pelos comentários!

Compartilha:

Aumento de Peso na Gravidez – Veja quantos quilos você pode ganhar

Compartilha:

Ganhar peso na gravidez é conseqüência da própria gravidez, mas quanto pode se engodar durante a gestação?

Os número médios de aumento de peso é de 12,5 kg ao final da gravidez, mas claro que isso depende do seu tipo físico. Toda a mudança no corpo feminino durante a gestação é o que acaba provocando este aumento de peso. O acompanhamento médico é muito importante e ele vai te dar as orientações corretas, mas veja algumas informações bacanas.

aumento de peso gravidez

Agora você vai entender como estão distribuídos os quilos extras em seu corpo durante a gravidez.

O principal, na composição do peso extra na gravidez é o peso do próprio bebê. Podemos considerar o peso médio de 3,3 Kg ao nascer. Sua região abdominal é a que mais cresce, a musculatura do útero se desenvolve e adicionam 900 gramas à essa equação.

Apesar de não aparecer, a placenta, por armazenar líquidos, é responsável por mais 700 gramas no seu peso. O aumento dos seios para a produção de leite materno, pode adicionar mais 400 gramas ao seu peso.

Para manter todo o corpo, seu e do seu bebê funcionando, é necessário algum sangue extra, e não fique achando que é pouco. Só de sangue, são 1,2 Kg adicionados ao seu peso. Outra causa de aumento de peso na gravidez é a acumulação de líquidos, uma parte desse líquido é o líquido amniótico, pesando cerca de 2 Kg.

almofadas-de-amamentar

E uma parte do peso acumulado no seu corpo é armazenado em forma de gordura, essa gordura pesa cerca de 4 Kg e ela está lá como uma reserva para o momento da amamentação. Veja mais em O Guia da Amamentação.

O controle do peso durante a gravidez é bem complicado, mas você não deve sair fazendo nenhum tipo de dieta para gestantes sem o acompanhamento e recomendação médica. Claro que qualquer ganho de peso além do necessário para um gravidez saudável é ruim, mas também não consumir as proteínas, gorduras e vitaminas necessárias para o  desenvolvimento do bebê também não é nada legal.

ensaio-gestante-vanessa-112-1

Além de cuidar do peso através do que se ingere, apesar da preguiça, enjoos e indisposições, é bom fazer exercícios. Claro que são exercícios mais leves e menos intensos do que para uma mulher saudável, sendo principalmente realizados para você ganhar resistência física e também para ter algum relaxamento. Os exercícios físicos para gestante ajudam a evitar o aumento de peso na gravidez além da conta.

Como perder peso depois do parto

Parabéns, seu filho nasceu! Agora é a hora que você pensa, o que eu faço para voltar ao meu peso normal? Existe fórmula mágica? Claro que não, mas existem dicas preciosas que você pode usar para ter o seu corpinho de volta e você vai entrar naquela sua calça jeans favorita que você deixou no armário.

perder peso pos parto

Ganhar peso durante a gravidez é inevitável, mas perder esse peso extra é mais do que necessário para a sua saúde. Veja essas dicas para emagrecer depois da gravidez.

Queime calorias amamentando

Você sabia que a amamentação consome em média 600 calorias por dia? Isso seria pelo menos uma hora de caminhada leva a moderada! Então não pare de amamentar, assim você aumenta o seu gasto calórico diário e te ajuda a perder peso após o parto. O corpo da mulher, mesmo após a gravidez tende a armazenar gordura, justamente para o período da amamentação. Lembre-se que o ato da amamentação é bom para você perder peso, mas também é super útil para o seu bebê, que recebe um alimento completo e ainda o ajuda a crescer de forma saudável.

almofadas-de-amamentar

Tente criar uma rotina de exercícios

Mexer o corpo é fundamental para perder peso, mesmo para quem não passou por uma gestação e um parto. Como falamos no início, não existe milagre. Sabemos que a vida é corrida depois do nascimento do bebê e você deve estar com o sono atrasado, mas você pode se programar para fazer uma caminhada ao início ou final do dia, quando o sol é menos intenso, e também voltar aos poucos para exercícios mais fortes como corrida e bicicleta. Claro que antes disso você vai falar com seu médico, que vai ter dar alta para fazer exercícios específicos para perder peso e vai te orientar em relação a alimentação também.

Se você já puder fazer, abdominais são ótimos para a região abdominal e você tem resultados mais rápidos do que somente fazendo caminhadas.

Algumas mães começam a fazer pilates, yoga e hidroginástica como exercícios para gestantes e depois do parto, mesmo com o bebê, por gostarem da modalidade acabam continuando com os mesmos exercícios. Nossa dica e também de muitos médicos, é que você faça algum exercício, não importa qual, desde que você se sinta bem e com segurança.

Fecha a boca menina! Pare de comer besteira

Se você é louquinha por um doce, claro que vai ter que dar uma segurada pra perder peso. Muitas mamães falam que sentem muita vontade de açúcar nesta fase, mas é preciso se controlar para perder peso. A dica é ter docinhos pequenos e saber se controlar. Você pode comer gelatina, frutas desidratadas moderadamente e até um chocolate de embalagem pequena.

A dica é também comer frutas como banana, maçã e sucos naturais também. Mesmo quem não está grávida e está em dieta, deve tentar seguir uma alimentação regular de três em três horas, com pequenas porções. Assim você não come um montão numa refeição só e começa a condicionar o seu corpo à perder peso.

Refrigerante e bebidas com gás não são uma boa, além de dar gases, causam distensão abdominal, que pode te fazer sentir até mais fome ainda.

Alguns médicos podem recomendar a redução ou até a restrição total à refrigerantes, principalmente os que são à base de cola, já que além de muito açúcar, contém cafeína, corantes e a água com gás.

refrigerante

Grávida pode tomar refrigerante?

Claro que o refrigerante não é a melhor das bebidas nem para quem não está grávida, mas nem por isso deve haver radicalismo, se for tomar, basta ter cautela na quantidade e também não fazer disso um hábito, só não beba refrigerante se você tiver realmente uma restrição médica para isso.

Algumas grávidas podem ter algum desconforto em relação à essa bebida pois elas contém gás, o que pode dar ou aumentar a sensação de estômago pesado ou cheio mesmo com poucas quantidades ingeridas.

O que beber no lugar do refrigerante durante a gestação

bebidas saudáveis gravidez

Se quiser alternativas aos refrigerantes, prefira os sucos naturais, de preferência sem açúcar, água e água de côco. Se não tiver o hábito de beber água, tente manter sempre uma garrafinha por perto e vale até programar um alarme no celular para beber um pouquinho de água a cada uma ou duas horas. A hidratação ajuda em diversos aspectos do funcionamento do seu organismo, da digestão à qualidade da pele, ajudando até a previnir as temidas estrias da gestação.

A ingestão de líquidos também é importante antes, durante e depois das atividades físicas, pois perdemos bastante água e sais minerais com a movimentação do corpo.

A dica extra – cinta pós-parto

cinta pos parto1

Não é uma dica de alimentação mais vai te ajudar a te dar um corpinho bem bonito em ordem. A cinta modeladora pós-parto é muito indicada, tanto que várias mulheres já saem da maternidade usando. Ela ajuda a colocar tudo do lugar e é feita com materiais elásticos que comprimem a região da cintura.

E aí? Preparada para emagrecer e voltar ao peso normal de antes da gravidez? Quantos quilos você engordou e quantos você quer perder? Conta pra gente!

Compartilha: